• Rafael Lehmkuhl

Qual diferença entre CDI e CDB?

Atualizado: 31 de Ago de 2018


Entenda um pouco mais sobre os certificados de depósito



Imagem: Pexels.com


Quem muitas vezes não se pegou pensando em investir dinheiro para ganhar um pouco mais com o rendimento de juros, planejando-se para depois em utilizá-lo na compra de um apartamento à venda em Balneário Camboriu por exemplo, para depois curtir as férias ou mesmo alugar, morar nele, ou pensando em sua aposentadoria em grande estilo?

Certamente, ao passar por esse processo, é muito provável que esta pessoa acabe se questionando em diversas dúvidas relacionadas às siglas e termos utilizados pelo Mercado Financeiro para identificar os tipos de investimentos existentes neste mercado.

Por essa razão, neste post, vamos explicar de modo muito prático e com uso de alguns gráficos qual é a diferença entre CDI e CBD para que você entenda isso de uma maneira simples e confiável e esclareça suas dúvidas de uma vez por todas!


O que é CDI?

CDI significa “Certificado de Depósito Interbancário”. Os Certificados de Depósito Interbancário são títulos parecidos com os CDBs, negociados entre os Bancos. Quando um Banco tem necessidade de tomar dinheiro emprestado de um outro Banco, ele pode emitir um CDI e captar este dinheiro no Mercado Interbancário.

Ou seja, em linhas gerais, o CDI (Certificado de Depósito Interbancário) é uma taxa utilizada apenas entre bancos.

Abaixo, no exemplo, podemos observar que no final de um dia, o banco Y teve mais saques de dinheiro enquanto o Banco X teve mais depósito de dinheiro. O governo determina em lei que os bancos fiquem com as contas equilibradas, desta forma é necessário que um banco empreste dinheiro para o outro e assim é utilizada a taxa CDI como método de cobrança.


Além disso, a taxa CDI ela é utilizada como referencia para remunerar investimentos de renda fixa como o CDB (Certificado de depósito bancário), LCA (Letra de Crédito Agrícola) e LCI (Letra de crédito imobiliário). E é por isso que existe essa confusão muitas vezes entre o CDB e o CDI.


O que é CDB?

CDB é um título bastante conhecido na renda fixa brasileira,[KL2] o Certificado de Depósito Bancário. Essa aplicação é oferecida por corretoras e bancos para captação de fundos e rende juros prefixados ou pós-fixados, superiores à poupança. O CDB rende mais do que a poupança, mas é difícil definir o quanto, já que essa aplicação oferece juros variados em cada título, dependendo da instituição financeira, do prazo de vencimento, do período de carência e do montante mínimo.

Ou seja, em linhas gerais, o CDB nada mais é que um título privado de um banco no qual uma pessoa empresta dinheiro para o banco na troca de ganho de juros, e depois poder desfrutar desse dinheiro ou ser usado para aumentar o patrimônio, mesmo , já pensou em apenas com os rendimentos do seu investimento poder escolher uma casa em Florianópolis para alugar durante as férias de verão?

Abaixo uma analogia exemplificada do mesmo:


A diferença, então, seria que o CDI é utilizado apenas por bancos enquanto o CDB está atrelado a alguns investimentos de renda fixa e é utilizado por diversos investidores.

Os CDB podem ser pré ou pós-fixado:

  • Pré-fixado: quando o investidor conhece a taxa de juros e o rendimento no momento da compra do título. O banco irá te falar “Eu te devolvo o seu dinheiro com X de juros”. Ele já informa qual será o rendimento de seu investimento.

  • Pós-fixado: quando o indexador é conhecido, ou seja, você conhece os juros em cima desse indexador, mas não sabe exatamente qual será o rendimento final, pois pode haver alguma variação de um dia para outro. Geralmente as taxas atreladas à certificados pós-fixados são taxas como: Selic, IPCA, entre outras. O banco irá te falar: “Olha, eu pego esses R$1.000 com você, mas eu não sei exatamente quanto terei que te pagar no final. O que eu posso te garantir é que esses R$1.000 irá render a mesma coisa que esta taxa (SELIC, IPCA, etc) render no período.

Impostos:

A cobrança de Imposto de Renda sobre os rendimentos do CDB varia conforme a tabela:

Além do IR há IOF caso solicite o resgate do CDB antes de 30 dias, fazendo com que praticamente todo o rendimento daquele período seja pago em impostos. Ou seja, a dica quando for investir em CDB é tentar deixar ao menos 2 anos para se beneficiar da menor cobrança de impostos.


Erro comum:

É muito comum ouvir as pessoas falarem que estão investindo em CDI, mas agora que lemos esse artigo já sabemos que não temos como investir em CDI, apenas em CDB, e que este CDB vai render um percentual do CDI, o ideal é que seu CDB renda ao menos 100% do CDI, qualquer coisa menos que isso você está perdendo dinheiro!!!


Como isso impacta a vida das pessoas

É muito importante acompanhar a performance do seu investimento. Muitas pessoas deixam o acompanhamento de lado porque acreditam que ele não é importante. Mas o acompanhamento é a principal coisa a se fazer depois que você investiu seu dinheiro. É através dele que você pode evitar prejuízos ou identificar oportunidades de ganhos maiores e planejar a compra daquele incrível apartamento à venda em Itapema com o qual sempre sonhou por exemplo.


Mas para fazer um bom acompanhamento você precisa saber o que influencia a rentabilidade do seu investimento. Um bom acompanhamento não é algo difícil de se fazer, mas demanda um pouco de tempo e disciplina. Além disso, procure sempre mais especializar-se em finanças, realizando cursos, conversando com profissionais do setor.

Agora que você conheceu um pouco mais sobre as diferenças entre CDI e CDB, que tal compartilhar estas informações com seus familiares e amigos? Assim eles podem aprender um pouco mais sobre possibilidades de aplicação financeira. Aproveite e curta nossas páginas nas redes sociais e acompanhe sempre mais dicas do mercado financeiro!


109 visualizações

Sherpa Wealth Guides

CNPJ 27.827.416/0001-34

Desenvolvido por JVHS WebDesign

  • Facebook
  • Instagram